quinta-feira, 15 de agosto de 2013

A DIETA DETOX AUXILIANDO O INTESTINO E CONTRA O EFEITO PLATÔ

Uma dieta que anda muito na moda é a DETOX, e hoje vou falar um pouco dela não como a promessa milagrosa que é fácil de ler por aí, mas considerando alguns benefícios que encontrei.

Antes da gastro eu tinha o intestino mega preso, de ficar dias mesmo sem conseguir evacuar, daí como via muitos operados dizendo que viravam passarinho depois da cirurgia imaginei que esse seria mais um dos meus problemas resolvidos, só que não foi bem assim.

Apesar de hoje eu buscar manter uma alimentação mais balanceada possível, comer muito mais verduras e legumes que antes, bem como alimentos integrais, meu intestino vira e mexe trava e ai vem o inchaço, o acúmulo de gases, não como antes de operar, porém ainda é UM TERROR.

Então pesquisando aqui e ali vi que a dieta detox poderia dar uma mãozinha nesse aspecto. Inicialmente vi em vários sites que era preciso fazer 1 semana da dieta para ter um bom resultado, porém continuando a busca li também que dava para fazer adaptações, tipo fazê-la em 2 a 3 dias, assim como fazer 21 dias ou mesmo adaptá-la de modo a usar algumas dicas de forma rotineira, ou seja, dependendo do objetivo que se tem , seja melhorar o funcionamento do intestino, desinchar, manter ou perder peso a dieta pode ser moldada.

A dieta detox funciona como um choque no organismo, e pode ser usada também para sair do tão temido efeito platô, assim como é indicado a dieta zero carbo ou low carbo nos casos de estagnação do peso.

A função da dieta detox é mandar embora do organismo as impurezas acumuladas em refeições com excesso de açúcar, gordura, conservantes dos produtos industrializados e álcool. Então depois de um fim de semana com o pé na jaca cabe 2 A 3 dias de detox por exemplo.

Quando o organismo não está legal, está intoxicado acaba se refletindo na nossa imagem e aí temos cabelos opacos, pele com acne, unha quebradiça, além de outros sintomas referentes a toxinas no organismo como boca amarga ao acordar, falta de apetite pela manhã, dor de cabeça, inchaço, acúmulo de gases, dificuldade de concentração. Ou seja, quanto menor a quantidade de toxina melhor nossa digestão, a nossa absorção de nutrientes , a eliminação de líquidos.

A dieta de desintoxicação foca no consumo maior de frutas, legumes, verduras, sucos e chás com a finalidade de purificar as células e acelerar o metabolismo. Alimentos como leite e derivados assim como pães e massas são utilizados em menor quantidade no cardápio detox, pois tanto a lactose quanto o glúten são mais difíceis de digerir e possuem ação inflamatória (incham e estufam).

Um outro elemento que não tem indicação na dieta detox por aumentar a produção de toxina é a carne vermelha, só que no caso de gastroplastizados como precisamos muito dela em nosso cardápio e no meu caso que vivo as turras com a ferritina se faço 2 dias de detox tiro total, mas se após 2 dias ainda sinto o organismo inchado aí consumo a carne vermelha pelo menos no almoço.

Algumas nutricionistas sugerem para detox de 7 dias os dois dias iniciais serem de líquidos, eu particularmente não uso dieta líquida e acredito que no caso de gastroplacs seja realmente desnecessário já que temos dificuldades de absorção de nutrientes e em função da cirurgia já temos um facilitador de perda de peso.

Ao adotar a dieta é importante ficar atenta(o) a sua orientação nutricional para seguir a quantidade calórica e lógico, vale a pena consultar sua nutricionista antes e ver as indicações dela sobre fazer a detox.

De maneira geral, quando fazemos a gastro e começamos o processo de reeducação alimentar já iniciamos uma desintoxicação do organismo e como a maioria de nós gastroplacs passamos a inserir mais os alimentos indicados na detox essa é uma dieta que vejo como boa, e com maior facilidade em ser seguida, sendo que algumas dicas são fáceis de serem adotadas em nossa rotina, como o uso dos chás, uso dos sucos ao longo do dia.

De acordo com a Nutricionista Andréa Rosa Garcia que é membro da sociedade Brasileira de Nutrição, antes de fazer uma detox é importante preparar o organismo, digamos assim fazer uma dieta “pretox” o que seria um estímulo a mais para que o organismo se livre das toxinas.

Os passos da dieta pretox são:

1. Primeiro passo: Suspenda o cafezinho. "A cafeína dificulta a ação de uma enzima (citocromo P450) responsável por eliminar as toxinas acumuladas nas gordurinhas." Isso deixa o organismo inflamado e resistente à perda de peso.

2. Segundo passo: Coloque no prato mais verduras e frutas ricas em água.

3. Terceiro passo: Já comece a reduzir produtos refinados (doce, massa, biscoito e pão brancos), cremes e carnes gordurosas, além de alimentos com corantes e conservantes. E aumente o consumo de fibras (sementes, farelos, arroz integral).

 EXEMPLO DE  CARDÁPIO 5 DIAS DETOX
Link: (http://boaforma.abril.com.br/dieta/tipos-de-dieta-dietas-detox.shtml)
Cardápio pró-limpeza

Ao acordar
DIA 1: 1 xíc. (200 ml) de chá verde
DIA 2: 1 xíc. (200 ml) de infusão de limão com gengibre
DIA 3: 1 xíc. (200 ml) de chá de dente-de-leão
DIA 4: 1 xíc. (200 ml) de infusão de limão com gengibre
DIA 5: 1 xíc. (200 ml) de chá verde

Café da manhã
DIA 1: 1 fatia de pão sem glúten torrada com um fio de azeite + 1 copo (300 ml) de suco verde 1+ 1 fatia média de mamão
DIA 2: 1 pote pequeno de iogurte natural desnatado com 1 col. (sopa) de granola e 1 col. (sopa) de pera picada
DIA 3: 1 taça de salada de frutas (maçã, banana, uva e mamão, com suco de laranja) polvilhada com 1 col. (sopa) de farinha de linhaça + 1 copo (300 ml) de suco verde 2
DIA 4: 1 tapioca pequena ou 1 fatia de pão sem glúten regada com um fio de azeite e orégano a gosto + 1 copo (300 ml) de suco verde 1
DIA 5: 1 fatia de pão sem glúten com 1 fatia de peito de peru e um fio de azeite + 1 copo (300 ml) de suco verde 2

Lanche da manhã
DIA 1: 2 castanhas-do-pará
DIA 2: 2 damascos
DIA 3: 1 cacho pequeno de uva
DIA 4: 1 kiwi
DIA 5: 1 pera

Almoço
DIA 1: 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes temperada com um fio de azeite e limão + 1 concha pequena de feijão + 2 col. (sopa) de arroz integral + 1 filé (120 g) de frango grelhado + 1 col. (sopa) de cubinhos de legumes cozidos + 1 fatia média de abacaxi
DIA 2: 1 prato raso de macarrão integral ao sugo com 2 almôndegas de soja, frango ou peito de peru + 1 fatia (média) de melancia
DIA 3: 2 col. (sopa) de arroz integral + 1 filé (150 g) de peixe grelhado + 2 col. (sopa) de chuchu ou abobrinha refogados
DIA 4: 1 prato raso de salada de lentilhas + 1 file (150 g) de peixe grelhado + 1 fatia média de abacaxi
DIA 5: 1 prato (sobremesa) de salada de folhas verdes temperada com um fio de azeite e limão + 1 filé (150 g) de frango grelhado + 1 col. (sopa) de purê de mandioquinha + 1 fatia média de abacaxi
Lanche da tarde
DIA 1: 1 taça de gelatina diet com pedaços de pera
DIA 2: 1 pera polvilhada com 1 col. (sopa) de farinha de linhaça
DIA 3: 3 amêndoas + 1 mexerica
DIA 4: 3 cookies sem glúten + 1 copo (300 ml) de água de coco
DIA 5: 20 g de chocolate meio amargo + 1 copo (300 ml) de água de coco
Jantar
DIA 1: 1 omelete: 2 claras e 1 gema, 2 fatias de mussarela de búfala e 1 col. (sopa) de salsa picadinha + 1 maçã aquecida com 1 col. (sobremesa) de óleo de coco
DIA 2: 1 prato (fundo) de sopa fria de beterraba + 1 copo (300 ml) de suco natural de abacaxi
DIA 3: 1 prato (raso) de salada de grão-de-bico com sardinha e salsão + 20 g de chocolate meio amargo
DIA 4: 1 wrap (massa de panqueca pronta passada na frigideira, Wrap 10 ou pão folha) recheado com 2 fatias de mussarela de búfala, 2 tomate secos e rúcula + 1 copo (300 ml) de suco de melancia
DIA 5: 1 prato fundo de sopa anti-inflamatória + 1/4 de abacate com 1 col. (sopa) de farinha de linhaça
Compartilhe

                                         Algumas sugestões de sucos detox

                                         

Opção 1: Suco faxina geral -1 banana média batida com suco de 2 laranjas, 1 fatia média de mamão, 1 col. (sopa) de linhaça e 1 copo (200 ml) de água fltrada sem açúcar ou adoçante.

Opção 2: Shake intestino feliz -1 copo grande (250 ml) de leite de soja light batido com 3 ameixas secas, 1 fatia média de mamão, 1/2 maçã com casca e 1 col. (sopa) de aveia em focos sem açúcar ou adoçante.

Opção 3: Suco desintoxicante- folha de couve-manteiga batida com suco de 1 limão, 1 fatia média de abacaxi, 1 copo (200 ml) de água e 1 lasca de gengibre sem açúcar ou adoçante.
Opção 4: Suco energizante- 1 xíc. (chá) de melancia batida com 1 copo grande (250 ml) de água de coco, suco de 1 limão e 6 folhas de hortelã sem açúcar ou adoçante.

Opção 5: Suco bronzeador- 1 cenoura com casca batida com 1/4 de copo (50 ml) de suco de maracujá concentrado, 1 fatia média de abacaxi, 1 col. (sopa) de quinua em focos, 1 pitada de canela em pó e 1 copo (200 ml) de água fltrada sem açúcar ou adoçante.

Opção 6: Suco diurético -1 copo grande (250 ml) de chá verde gelado batido no liquidificador com 1 fatia grossa de melão, 1 maçã com casca, suco de 1 limão e 3 folhas de capim-limão fresco filtrada sem açúcar ou adoçante.
 
                                     Alguns alimentos que devem fazer parte da detox:

                                           


Melancia - ajuda a desintoxicar especialmente quando triturada com as sementes - ricas em fbras, elas limpam o estômago e o intestino. Essa parte da fruta ainda tem componentes diuréticos, facilitando a saída das toxinas na urina.

Folhas verdes - ricas em fbras e clorofla (antioxidante que ameniza os efeitos nocivos dos radicais livres produzidos no próprio processo de desintoxicação), são especialmente efcazes.

Quinua e linhaça - têm fbras que varrem as toxinas para fora do organismo. Também melhoram o funcionamento do intestino.

Chás verde e de hibisco - concentram antioxidantes capazes de remover as toxinas das células e facilitam a chegada de nutrientes até elas, reduzindo acne e celulite.

Abacaxi - carrega bromelina, enzima que favorece a digestão e reduz a infamação nas células.

Limão - contém compostos que estimulam a produção da bile pelo fígado. Essa substância isola a gordura e facilita a absorção dos nutrientes.


Maçã - oferece pectina, uma fbra que vira um tipo de gel capaz de impedir que parte da gordura dos alimentos seja absorvida. Já os favonoides, antioxidantes da fruta, protegem as células dos radicais livres.

Um comentário:

  1. Olha, eu estive procurando sobre esse assunto na internet e encontrei um vídeo de um personal trainer que mostra técnicas muito boas para emagrecer e chapar a barriga, eu tenho feito essas técnicas a exatos 8 dias, e hoje pela manha eu me pesei e já estou 3,8 k mais magra, eu estava pesando 72,6k e hoje 8 dias depois estou com 68,8k e isso sem ir para a academia sem comprar nem um equipamento e comento e fazendo tudo o que fazia antes, eu só tenho que titicar 4 minutos do meu dia com as técnicas, não estava levando muita fé no começo mais como vi muitos depoimentos positivos sobre o personal trainer resolvi testar, e agora estou assim :-) feliz, hoje pela manha assim que vi o resultado na balança tirei uma foto é postei no face para que todos os meus amigos e amigas possam também ter os resultados que eu estou tendo, da uma olhada la no site:
    http://www.fimdadietadukan.com.br
    e assiste o vídeo do personal trainer, esse cara merecia um premio por colocar um vídeo com um conteúdo tão bom assim disponível na internet, e o melhor free
    www.fimdadietadukan.com.br


    ResponderExcluir

Participe, deixe seu recado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...