quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Você é aquilo que come

Talvez uma das partes mais difíceis relacionadas a obesidade seja reconhecer que comemos e, principalmente que comemos muito e errado.

E aí alguns vão dizer: mais como assim, todo mundo só é gordo porque come muito.

Tudo bem que engordar é uma matemática um tanto simples. Você come além do que necessita e não gasta, logo soma gordura no corpo. Porém a questão é que reconhecer que se come a mais e reconhecer que há mais acúmulo de gordura do que deveríamos ter não é tão simples. 

Na maioria dos casos, ou em boa parte, as pessoas começam a engordar e nem se dão conta, acham que é "só uns quilinhos", não prestam atenção ao que comem, a quantidade, qualidade e por aí vai. 

Quantas vezes não respondemos ou vemos alguém responder que não sabe porque engorda, já que não come muito? Porém, será que realmente a pessoa está se enganando, enganando os outros, ou simplesmente não se dá conta?

Hoje, após 3 anos de gastro e tendo mudado muito a minha alimentação e percepção sobre o que como posso dizer que de fato somos o que comemos. 

Durante o processo de engordar eu nem me dava conta de que beliscava muito, e que isso se refletia diretamente no meu corpo. Muitas vezes nem fazia um pratão no almoço ou jantar, muitas vezes não repetia, porém uma meia hora depois já estava lá beliscando algo. Inúmeras vezes troquei o meu jantar por um "lanchinho" e cada vez mais perdi o controle sobre mim, sobre meu corpo. 

A gastro necessariamente não muda os seus hábitos, senão não teríamos tantos casos de reengorda, por exemplo, mas a gastro de certa forma nos força a pelo menos enxergarmos quem somos. 

Nos últimos tempos tenho tentado sempre buscar mais alternativas saudáveis na minha alimentação, me preocupando mais com a qualidade, equilibrando a quantidade e focando na funcionalidade dos alimentos e isso tem dado resultado, pois apesar de precisar suplementar com o Centrum e pelo menos a cada 6 meses fazer a noripurum para manter a ferritina no lugar, em outros aspectos a melhora na minha alimentação tem me mantido bem. 

Na alimentação sem regra, ruim, nosso corpo de maneira geral fica ruim. Pele que fica oleosa, cabelo meio bagaço, coração cansado, as vezes inchaço, enfim, podem surgir mesmo muitos problemas. E a medida que alimentação vai mudando, que o foco na comida deixa de ser apenas o da gula, o do olho gordo e passa a ser o de comer com o prazer de ser saudável isso se reflete no nosso corpo como um todo também. 

Mesmo depois da gastro, lógico que tenho meus momentos jacadas federais, mas de maneira geral sinto melhoras que atribuo muito a uma nova alimentação, como melhor sono, mais disposição, regularidade do ciclo menstrual, menos inchaço, a pele mais saudável, sem contar coração em dias, bom funcionamento do fígado e infinitamente um grande bom humor. 

E uma coisa interessante é que com o tempo percebi que alguns alimentos que antes eu simplesmente amava, hoje já não consumo mais, ou faço consumo muito regrado, como uma batata frita que muitas vezes olho e nem trisco, enquanto que outros alimentos menos atrativos aos olhos antes fazem parte do cardápio agora com muito prazer.

Em resumo, hoje realmente sei o significado de que "morremos pela boca", pois era o que eu estava fazendo ao comer de modo tão descontrolado. E a verdade é que nem precisa de uma radicalidade, não é sair do centro cirúrgico um xiita, mas é termos em mente que ou mudamos, ou a comida vai nos dominar, dominar nosso corpo e saúde. 

Um comentário:

  1. Olá, nós da Caw Comunicação & Marketing estamos assessorando a Campanha Social chamada "Quilos pra Quem Precisa". Você já conhece?
    Nesta campanha, os pacientes que fizeram a Cirurgia Bariátrica escolhem dentre as instituições Hope, LBV E TUCCA, e doam um valor equivalente aos kgs eliminados com a cirurgia, considerando o valor do kg de alimento sendo R$3,00. Desta forma, se o paciente eliminou 10kg, doará R$30,00.
    As doações poderão ser feitas pelo site www.quilospraquemprecisa.com.br até o início do mês de dezembro, quando será feito o encerramento da campanha.
    Após o encerramento, os participantes concorrerão a um prêmio no valor de R$15.000,00 além de participarem da cerimônia para a entrega simbólica do cheque para cada instituição.
    Para mais informações, segue o vídeo explicativo da campanha: http://youtu.be/ivNE9EQ2o6c
    “Você perde peso e eles ganham uma chance.” Participe!

    ResponderExcluir

Participe, deixe seu recado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...